Jornal Praça Pública

41º Aniversário do Grupo Desportivo e Cultural de Guilhovai: Ano desgastante pelo sonho concretizado

Fernando Souteiro

41º Aniversário do Grupo Desportivo e Cultural de Guilhovai: Ano desgastante pelo sonho concretizado

O Grupo Desportivo e Cultural de Guilhovai (GDC) levou a efeito, no passado domingo, no salão polivalente da instituição, um almoço convívio que contou com a presença de cerca de 180 pessoas, que se reuniram para assinalar o 41º aniversário da instituição.
O evento juntou, ainda, atuais e antigos diretores, e elementos das várias secções desta instituição e, ainda, Salvador Malheiro, presidente da Câmara Municipal de Ovar, e José Fragateiro e Bruno Oliveira, presidentes da Assembleia de Freguesia e do executivo da União de Freguesias de Ovar, São João, Arada e São Vicente Pereira Jusã (UFO).
Num discurso emocionado, Sérgio Rodrigues, responsável máximo da coletividade, agradeceu o empenho da autarquia e, especialmente, do seu presidente, na concretização “do nosso maior sonho”, referindo-se ao polidesportivo, com piso sintético. Na sequência da onda de elogios, teceu palavras de reconhecimento às diversas secções da instituição, pela conquista dos vários títulos no atletismo, e terminou destacando que, são os associados “que dão vida a esta casa”.
Já Fernando Silva, presidente da Assembleia-Geral da instituição, admitiu que este era o momento “de mostrar o nosso contentamento pelo trabalho feito”, considerando que o último ano foi muito desgastante para a direção.
Fernando Silva recordou que, neste momento estão a decorrer obras nos balneários da sede velha e na biblioteca, tendo, por isso, tecido elogios às famílias dos diretores, por perceberem as suas ausências, vincando, também, que “as associações excecionais exigem diretores excecionais”.
Bruno Oliveira teceu elogiou aos fundadores do GDC de Guilhovai e salientou o “trabalho meritório”, do Grupo Folclórico “Tricanas de Ovar”, enaltecendo o trabalho, o empenho e a dedicação de todos os diretores e amigos da coletividade, destacando que, “sempre que é preciso, estão a trabalhar em prol da comunidade”.

Leia o artigo completo, na nossa edição impressa, que já se encontra nas bancas.

Artigos Relacionados