Jornal Praça Pública

31º Aniversário da Elevação de Válega a vila: Distinções e promessas para um melhor futuro

DR

31º Aniversário da Elevação de Válega a vila: Distinções e promessas para um melhor futuro

A sessão solene do 31º aniversário de elevação de Válega a vila ficou marcada pela assinatura do auto de consignação da pavimentação da ruas dos Peixotos e do Pope, pela atuação do grupo coral Laudamus e pela recitação de poesia, pelos jograis do Grupo de Ação Cultural, de Válega.
Jaime Almeida, presidente da Junta de Freguesia de Válega, começou por recordar os autarcas que há 31 anos atrás estavam no poder, António Álvaro da Silva Matos, à frente dos destinos do executivo valeguense e o também valeguense, Laranjeira Vaz, presidente da Assembleia Municipal de Ovar. O autarca valeguense invocou o nome de outros autarcas valeguenses que ao longo destes 31 anos contribuíram para este feito, nomeadamente, Manuel Mendonça, Luís José Vieira, Vítor Almeida e José Resende. No entanto, o autarca valeguense admitiu que o executivo liderado por si, “apesar das dificuldades, também vai mostrando obra feita”, tendo anunciado a construção dos novos sanitários, no adro da Igreja de Santa Maria de Válega. Jaime Almeida deixou algumas exigências à autarquia, como a instalação de saneamento na totalidade da vila, a requalificação do pavilhão, de mais ruas, e a possível compra da Quinta do Cruzeiro à Santa Casa da Misericórdia de Ovar, bem como o Plano de Pormenor para aquele espaço. Contudo, Jaime Almeida admitiu que existe “diálogo franco e construtivo com a Câmara Municipal de Ovar”.
Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal de Ovar, Salvador Malheiro, sublinhou que houve uma evolução em Válega, durante os dois anos e meio do seu mandato, evocando que houve requalificação de diversas ruas, como a rua da Telha, a rua da Regedoura e o Cruzeiro da Virgem. Em curso estão a decorrer obras nas ruas das Palreiras e Coitas. Na “forja”, disse o autarca, estão as ruas das Palreiras e Acácio Valente. Contudo, o edil admitiu que ainda há muito por fazer, já que Válega é uma freguesia muito extensa.

Leia o artigo completo na nossa edição impressa, que já se encontra nas bancas.

Artigos Relacionados