Jornal Praça Pública

Atrasos sucessivos na entrega do Praça Pública são da inteira responsabilidade dos CTT de Ovar

Atrasos sucessivos na entrega do Praça Pública são da inteira responsabilidade dos CTT de Ovar

Os cidadãos, as empresas e as instituições ovarenses têm-se debatido, ao longo dos últimos meses, com sucessivos e inacreditáveis atrasos dos serviços de distribuição dos CTT de Ovar. Trata-se de uma situação que tem afetado tudo e todos, particularmente o normal funcionamento das instituições que dependem diretamente do seu regular serviço.
É o nosso caso. Infelizmente, já lá vão uns meses que o jornal Praça Pública não tem dia, nem semana certos para chegar a casa dos nossos leitores. Inacreditável, mas verdade.
Importa, portanto, esclarecer que se trata de uma situação à qual somos totalmente alheios e cuja responsabilidade é inteiramente dos CTT, cujos responsáveis continuam a ‘assobiar para o ar’.
É que, de 15 em 15 dias, o Praça Pública é entregue ao balcão dos CTT de Ovar, à quarta-feira, pela hora do almoço. O serviço é religiosamente pago, como se impõe, mas a respetiva entrega do jornal não acontece atempadamente, como comprovam as dezenas de reclamações quinzenais que nos chegam e que nos levaram, já por diversas vezes, a reclamar junto dos responsáveis dos CTT de Ovar e junto da administração central dos CTT.
Até ao momento, as reclamações não passaram disso mesmo, e as soluções tardam em aparecer, com um claro prejuízo para os nossos leitores e para a nossa empresa. Parece tratar-se de uma situação sobre a qual ninguém assume responsabilidades. Um cenário verdadeiramente ‘terceiromundista’.
Os nossos assinantes estão insatisfeitos, nós estamos insatisfeitos e os prejuízos que resultam desta incompetência dos serviços de distribuição dos CTT começam a tocar o insuportável.
Os nossos assinantes pagam-nos pelo serviço.
Nós pagamos aos CTT de Ovar pelo serviço.
Os CTT de Ovar não cumprem com o serviço.
Triste cenário este. Uma vergonha, que espero tenha solução em breve.
Aos nossos leitores e assinantes resta-me, em nome do Praça Pública, pedir-lhes desculpa pelos sucessivos atrasos dos CTT de Ovar, e agradecer-lhes toda a compreensão que têm demonstrado ao longo do tempo.
Aos responsáveis dos CTT de Ovar, apelar para que resolvam este problema, como lhes compete.

Artigos Relacionados