Jornal Praça Pública

Câmara Municipal aprova contas e apresenta saldo de 5,5 milhões de euros

Manuel Correia

Câmara Municipal aprova contas e apresenta saldo de 5,5 milhões de euros

A Câmara Municipal de Ovar anunciou que o Relatório de Gestão e Contas do Município de Ovar, referente a 2016, foi “apresentado e aprovado, sem qualquer voto contra”, na última reunião de Câmara.
De forma sucinta, revela a autarquia numa nota enviada às redações, o documento apresentado mostra que “com o Orçamento de cerca de 39 milhões de euros, se assistiu a uma taxa de execução global de 84% na Receita e de 70% na Despesa”, sendo que “o investimento direto foi superior a 5,7 milhões de euros, ao qual acresce um investimento indireto quer pelas transferências efetuadas para as Juntas de Freguesia e Instituições sem Fins Lucrativos quer, ainda, através da Águas da Região de Aveiro (AdRA), da Sociedade Polis e da Lusitânia Gás, perfazendo um investimento total superior a 10 milhões de euros”.
Tendo apresentado um saldo da conta gerência de 5,5 milhões de euros, Salvador Malheiro destaca que “2016 foi um ano de ação, um ano de concretização, um ano em que se fez, e um ano em que conseguimos concretizar uma série de objetivos e projetos que estavam há muito tempo a ser pensados”. O edil adianta, ainda, que, “além do forte investimento” a autarquia “não descurou as contas”, destacando, por isso, que a Câmara Municipal de Ovar “mantém uma boa situação financeira”.

Ovar, município mais coeso

No que diz respeito à educação, 2016 foi marcado pelo “lançamento das bases do Projeto de Desenvolvimento em Educação de Ovar”, onde foram investidos mais de dois milhões de euros, destacando-se as intervenções nos estabelecimentos escolares do 1º ciclo.
Ainda na área da Educação, 2016 também ficou marcado pela “elaboração de raiz do projeto de execução da Requalificação Integral da Escola Secundária Júlio Dinis” e “pelos projetos de intervenção nas Escola do Furadouro e do Gavinho”.
Na área do Desporto, em 2016, a Câmara Municipal de Ovar, investiu mais de 1,395 milhões de euros, onde se destacam as obras nos campos de Guilhovai, Cortegaça, Esmoriz, Furadouro e Válega, o investimento na Piscina Municipal e a aposta dos eventos desportivos, que promovam estilos de vida saudáveis e com qualidade, como é o caso da São Silvestre de Ovar e da Meia Maratona Cidade de Ovar.
Relativamente à área da Coesão Territorial, foram várias as obras iniciadas e concluídas, durante o ano de 2016. Exemplo disso são os casos do Parque Merendeiro de São Vicente de Pereira, a intervenção no Cruzeiro da Virgem, a Requalificação do Cais do Puxadouro (ambos em Válega), ou a intervenção na Estrada Nacional 327.

Leia o artigo completo na nossa edição impressa, que já se encontra nas bancas.

Artigos Relacionados