Jornal Praça Pública

Câmara Municipal de Ovar arrancou com a segunda edição do Maio do Azulejo

Manuel Correia

Câmara Municipal de Ovar arrancou com a segunda edição do Maio do Azulejo

Após o sucesso alcançado, no ano passado, a Câmara Municipal de Ovar arrancou com a segunda edição, da iniciativa Maio do Azulejo, que tem como objetivo, comemorar o Dia Nacional do Azulejo, que foi no passado dia 6, e promover a (re)descoberta do património azulejar vareiro.
Desta forma, a segunda edição do Maio do Azulejo arrancou no dia 2 de maio, e até dia 31 deste mês, a autarquia vareira, encontra-se a dinamizar, no âmbito desta iniciativa, um conjunto de visitas guiadas, exposições, oficinas, sessões de esclarecimento e atividades lúdicas.
Assim, segundo uma nota de imprensa enviada para a nossa redação, as visitas guiadas, apresentam, este ano, “novos temas e novos circuitos, utilizando o azulejo como mote para a descoberta do património religioso”, do centro da cidade de Ovar “e da tipologia arquitetónica da casa tradicional ovarense”. A primeira visita guiada, teve lugar no dia 5 de maio, e as restantes estão agendadas para os dias 17, 19, 24 e 26, deste mês.
Com o objetivo de valorizar o “património vareiro”, encontram-se a decorrer, desde o dia 4 e até 31 de maio, “várias oficinas dedicadas à pintura em azulejo, à pintura mural ou ao estuque tradicional”, que já se encontram esgotadas, sendo que o resultado da primeira oficina, poderá ser visto, até ao final deste mês, no Espaço Aberto, na exposição “Novos Padrões”.
Este mesmo espaço, também irá acolher a exposição “Simetrias Triviais”, de Pedro Lopes, “que, tomando como referência a geometria utilizada na decoração do azulejo e a sua presença no nosso meio enquanto elemento decorativo urbano, procede à desconstrução de imagens fotográficas e à sua posterior reconstrução para dar origem a novos padrões geométricos que pretendem representar, de forma descomprometida, uma abordagem do azulejo com uma estética apelativa, dinâmica e contemporânea”.
Já no dia 4 de maio, a Praça da República foi transformada numa galeria ao ar livre, para receber mais uma exposição do Maio Mês do Azulejo, desta vez denominada “SOS Azulejo”, organizada pelas “Escolas do Concelho de Ovar”.
A exposição “SOS Azulejo” surge como resultado “de um desafio lançado às escolas do concelho em decorar um prato cerâmico, de uma forma livre, espontânea e criativa, tendo o azulejo tradicional como elemento inspirador, seguindo os objetivos da iniciativa, em alertar e sensibilizar a população mais jovem para a importância e caráter único deste património”.
Dois dias antes, o Dia Nacional do Azulejo foi “assinalado através de um passeio orientado pelas ruas da cidade e pela disponibilização, de forma gratuita, do jogo ‘Vai Passear’”, com o objetivo de dar a conhecer o património azulejar de Ovar, também conhecida como A Cidade Museu Vivo do Azulejo, e a cidade.
Amanhã (dia 10), irá ter lugar uma “sessão de esclarecimento sobre os mecanismos de financiamento e incentivos à reabilitação urbana, um espaço de discussão e de trabalho que visa um maior envolvimento da comunidade local e respetivos investidores nesta matéria”.

Leia o artigo completo, na nossa edição impressa, que já se encontra nas bancas.

Artigos Relacionados