Jornal Praça Pública

Câmara Municipal de Ovar adere ao programa “Reabilitar para Arrendar”

Manuel Correia

Câmara Municipal de Ovar adere ao programa “Reabilitar para Arrendar”

A Câmara Municipal de Ovar aderiu ao programa “Reabilitar para Arrendar”, do Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU), e como tal, promoveu, no dia 7 de fevereiro, uma sessão de esclarecimentos, sobre este programa, que teve lugar no Salão Nobre dos Passos do Concelho.
Marcaram presença, nesta sessão, Salvador Malheiro, presidente da Câmara Municipal de Ovar, Domingos Silva, vice-presidente da Câmara Municipal de Ovar, Ana Cunha, vereadora da Câmara Municipal com o pelouro da Educação, e o engenheiro Vítor Reis, presidente do IHRU.
Segundo Vítor Reis, “em 40 anos, nós duplicámos o número de alojamentos”, porém “nos últimos 50 anos, a habitação perdeu de forma significativa, o peso que tinha no alojamento”.
Por esta razão, e segundo o presidente do IHRU, “Portugal é o país da Europa, com o maior número de casas vazias”.
Já o presidente da Câmara Municipal de Ovar, defende que atualmente, vivemos numa mudança de paradigma, no que diz respeito à reabilitação, dizendo que neste momento atravessamos um momento de tranquilidade.
Por esta razão, o edil considera que as “casas que estão hoje estão reabilitadas, são casas que consumem menos energia”, reduzindo as emissões de monóxido de carbono, envolvendo atração a novas famílias, contribuindo, assim para o desenvolvimento da economia local.
O autarca acrescenta que “o centro de Ovar tem uma identidade muito própria”, referindo-se ao azulejo, e ao Atelier de Recuperação do Azulejo, que já recuperou mais de 200 fachadas, no concelho.

Leia o artigo completo na nossa edição impressa, que já se encontra nas bancas.

Artigos Relacionados