Jornal Praça Pública

Centro de Arte de Ovar inaugura nova temporada com concerto de Manel Cruz e exposição de João Coutinho

Manuel Correia

Centro de Arte de Ovar inaugura nova temporada com concerto de Manel Cruz e exposição de João Coutinho

Foi na noite de 28 de outubro que o Centro de Arte de Ovar deu o pontapé de saída para a nova temporada, com a inauguração da exposição de João Coutinho, que está patente até dia 4 de novembro, e com o concerto de Manel Cruz.
Desta forma, na exposição de João Coutinho podemos observar um conjunto de trabalhos de pintura e de colagens de objetos e de materiais tridimensionais (assemblages), que realizou nos últimos anos.
No que diz respeito à pintura, podemos observar que João Coutinho recorre a cores fortes e a figuras bizarras, para se exprimir, criando histórias que podem ser mais ou menos percetíveis, dando vida aos objetos retratados.
Nos trabalhos de assemblage, o autor procura romper com a pintura da superfície da tela, criando objetos que levam o observador a diversas interpretações.
Por sua vez, o auditório do Centro de Arte de Ovar recebeu, na mesma noite, o concerto de Manel Cruz, onde foi possível ouvir temas como “Ouvi Dizer”, “Beija–Flor” ou “Ainda não acabei”.
Manel Cruz é conhecido por ter sido vocalista dos Ornatos Violeta, dos Pluto, dos Foge Foge Bandido e dos Supernada.
Depois de ter lançado o seu mais recente trabalho, que terá edição física e digital ainda este ano, Manel Cruz deu início à digressão deste novo disco, com um concerto no Rock in Rio, no dia 26 de junho, passando agora, por Ovar.

Leia o artigo completo, na nossa edição impressa, que já se encontra nas bancas.

Artigos Relacionados