Jornal Praça Pública

Costa de Prata, Joanas do Arco-da-Velha e Xaxas foram os grandes vencedores do Carnaval de Ovar

Tiago Carriola

Costa de Prata, Joanas do Arco-da-Velha e Xaxas foram os grandes vencedores do Carnaval de Ovar

Terminou mais um grande Carnaval de Ovar, que recebeu dezenas de milhares de visitantes para assistirem a três dias de grandes desfiles.
A edição de 2018 do maior evento cultural da região encheu-se de cor, música e alegria, e a avenida Sá Carneiro foi, novamente o palco da festa, que teve como grandes vencedores a Escola de Samba Costa de Prata, que se sagrou tetracampeã na categoria Escolas de Samba, o grupo Joanas do Arco-da-Velha, que se sagrou bicampeão na categoria Passerelle, e o grupo Xaxas, que regressou aos triunfos na categoria Carnavalescos.
A primeira Escola de Samba a desfilar na Avenida Sá Carneiro, no domingo e na terça-feira de Carnaval, foi a Kan-Kans, com o tema “O Poder da Água, o Homem e a Fé”. Depois desfilaram os Pierrots, sob o mote “Até os comemos…” e os Bailarinos de Válega (“Será ela?”). Seguiram-se os Hippies (“Macaquinhos no Sótão), as Joanas do Arco da Velha (“Sem Graça?? Sorri que passa!!”) e as Carrucas (“Carrucas à Paulada”), que fecharam este primeiro bloco.
O segundo bloco foi aberto pela Costa de Prata, com o tema “O mito da maldição”, levando-nos numa viagem até ao mundo das lendas mais míticas da mitologia grega. De seguida, foi a vez dos Condores fazerem um pagode, na Avenida, com o tema “O Carnaval é um Pagode”. Já os Levados do Diabo desfilaram sob o mote “A chave para outra dimensão”. Por sua vez, as Palhacinhas fizeram uma viagem “De Terra em Terra”, seguindo-se os Pinguins, que andaram “Atrás Dela”, enquanto que os Garimpeiros mostraram que “Habemus diablos nuscorpos”.

Leia o artigo completo, na nossa edição impressa, que já se encontra nas bancas.

Artigos Relacionados