Jornal Praça Pública

Câmara Municipal avançou com a demolição do Cine-Teatro de Ovar para garantir a segurança pública

DR

Câmara Municipal avançou com a demolição do Cine-Teatro de Ovar para garantir a segurança pública

Só a fachada do antigo Cine-Teatro de Ovar ‘resistiu’ à intervenção da demolição parcial autorizada pela Câmara Municipal de Ovar, levada a cabo durante o mês de agosto.
Depois de ter sido abalada, por diversas vezes, pelos fortes ventos, a cobertura do imóvel ovarense cedeu e passou a colocar em perigo os transeuntes, passando a constituir um perigo para a segurança da população ovarense. A autarquia ovarense garante que notificou “a sociedade proprietária do edifício do Cine-Teatro, com base em relatórios da proteção civil e na sequência de vistoria realizada ao local, para a necessidade de intervenção, dentro dos termos legais, tendo sido conferido um prazo limite para a sua demolição”. Contudo, assegura a autarquia, “a sociedade não deu cumprimento” e no dia 8 de agosto deu-se mais uma derrocada parcial.
Perante este cenário, assegura a Câmara Municipal de Ovar, “após ponderação técnica com os Bombeiros Voluntários e com a equipa técnica da Câmara Municipal que tem vindo a acompanhar este processo, e depois de se ter observado diretamente a parte superior do edifício, por recurso a equipamentos adequados”, o presidente da autarquia “decidiu avançar com o auto de posse administrativa do imóvel e preparar uma intervenção de emergência, da iniciativa da proteção civil, atendendo à necessidade absoluta de ação imediata, a fim de garantir condições satisfatórias para a segurança pública”.

Leia o artigo completo na nossa edição impressa, que já se encontra nas bancas.

Artigos Relacionados