Jornal Praça Pública

Filipe Neto expõe fotografia de arquitetura

José Lopes

Filipe Neto expõe fotografia de arquitetura

Vai estar patente até 1 de setembro, no Museu de Ovar, a exposição de fotografia “Negative Underground”, da autoria do fotógrafo Filipe Neto. Uma mostra dedicada à área da arquitetura, que se insere numa das abordagens exploradas por este fotógrafo, que assim procura fugir ao tradicional, tendo como preferência a fotografia urbana.
Neste caso, trata-se de uma série de fotografias a preto e branco em que o autor, como explicou na cerimónia de inauguração, utiliza o negativo das fotografias para transformar as sombras em luz, procurando uma outra forma de abordar as particularidades arquitetónicas do edifício sede da EDP do Porto, inaugurado em 2011, que foi projetado pelos Arquitetos Ginestal Machado e Patrícia Lamego.
Sobre o projeto fotográfico inaugurado no dia 30 de junho, que tem como enfoque particularmente a zona envolvente do auditório do referido edifício, cuja área se localiza num piso subterrâneo, que por isso mesmo é bastante condicionada na sua iluminação, o fotógrafo Jorge Bacelar, realçou que a presença de Filipe Neto, se insere “na procura de qualidade que procuro como responsável pela Secção de Fotografia do Museu de Ovar, para dignificar este Museu”.
Nascido no Porto, em 17 de abril de 1967, Filipe Neto licenciou-se em Engenharia Eletrotécnica. Em 2010 concluiu o curso de “Fotografia Digital” no Instituto Português de Fotografia e o seu gosto pela fotografia surgiu desde novo, e sempre considerou esta arte, como uma forma de perpetuar um instante, com todas as emoções associadas e uma forma de partilhar e divulgar a sua visão do que o rodeia. Nos seus trabalhos procura ainda captar a interação do ser humano com a arquitetura envolvente.

Leia o artigo completo, na nossa edição impressa, que já se encontra nas bancas.

Artigos Relacionados