Jornal Praça Pública

Golo de Rute Silva ainda fez as vareiras sonhar

Tiago Carriola

Golo de Rute Silva ainda fez as vareiras sonhar

A Ovarense caiu, em casa, frente ao CF Benfica (1-5), em jogo a contar para os oitavos de final da Taça de Portugal, e disse adeus à competição.
Perante um adversário que milita numa divisão acima, as vareiras bateram-se bem na primeira parte e conseguiram equilibrar o jogo até ao intervalo. Aliás, o golo apontado por Rute Silva, aos 33 minutos, não só deu vantagem à Ovarense como fez acreditar que a passagem aos quartos de final poderia acontecer.
Só que, após o descanso, foi um grande CF Benfica que subiu ao relvado do estádio Marques da Silva e que não só retificou o resultado da primeira parte como acabou por cilindrar as alvi-negras com cinco golos sem resposta, em apenas 45 minutos.
Com este desaire, a equipa de Paulo Campino disse adeus à Taça de Portugal, mas pode, agora, focar-se apenas no Campeonato, competição que lidera isolada com três pontos de vantagem sobre o Cesarense e menos um jogo disputado.

Campeonato de Promoção: Cesarense travou a Ovarense, ao cabo de 12 jornadas
A Ovarense perdeu pela primeira vez esta época, em jogos a contar para o Campeonato Nacional de Promoção Feminino. Na deslocação a Cesar, as vareiras perderam por 2-1, num jogo equilibrado e decidido ainda na primeira parte.

A Ovarense caiu, em casa, frente ao CF Benfica (1-5), em jogo a contar para os oitavos de final da Taça de Portugal, e disse adeus à competição.
Perante um adversário que milita numa divisão acima, as vareiras bateram-se bem na primeira parte e conseguiram equilibrar o jogo até ao intervalo. Aliás, o golo apontado por Rute Silva, aos 33 minutos, não só deu vantagem à Ovarense como fez acreditar que a passagem aos quartos de final poderia acontecer.
Só que, após o descanso, foi um grande CF Benfica que subiu ao relvado do estádio Marques da Silva e que não só retificou o resultado da primeira parte como acabou por cilindrar as alvi-negras com cinco golos sem resposta, em apenas 45 minutos.
Com este desaire, a equipa de Paulo Campino disse adeus à Taça de Portugal, mas pode, agora, focar-se apenas no Campeonato, competição que lidera isolada com três pontos de vantagem sobre o Cesarense e menos um jogo disputado.

Leia o artigo completo, na nossa edição impressa, que já se encontra nas bancas.

Artigos Relacionados