Jornal Praça Pública

Guarda-redes do FC Porto recebeu voto de louvor, da Câmara Municipal de Ovar, por salvar a vida a um idoso

DR

Guarda-redes do FC Porto recebeu voto de louvor, da Câmara Municipal de Ovar, por salvar a vida a um idoso

Hugo Laurentino, foi distinguido, no passado dia 25 de julho, com um Voto de Louvor por parte da autarquia de Ovar, na sequência de um ato heróico que pode ter valido a vida a um cidadão.
O ‘gesto’ do guarda-redes do FC. Porto remonta a maio deste ano, quando o atleta regressava a Ovar após mais um treino dos dragões.
Na viagem, Hugo Laurentino circulava na EN 109, quando presenciou um aparatoso acidente de viação, que deixou o condutor do veículo acidentado encarcerado após a colisão, tendo-lhe valido rápida e corajosa intervenção de Hugo Laurentino. Tratou-se de um ‘gesto’ do andebolista que levou o condutor socorrido a confessar à PSP, logo após o acidente: “Se não fosse ele, eu estaria morto”.
Ainda com os acontecimentos bem presentes na sua memória, Hugo Laurentino revelou que “vinha do Porto e estava a chegar a Ovar quando assisti ao acidente. Após a colisão, o veículo foi projetado para a berma e incendiou-se de imediato”, relata o internacional português. “Foram momentos muito difíceis”, disse o atleta, que acrescentou: “Não imaginam a quantidade de carros que passou sem parar, apesar dos meus pedidos de ajuda”, disse.
Com a ajuda de dois populares que, finalmente, acederam a ajudar no salvamento, Hugo Laurentino retirou do automóvel o condutor, de idade avançada, e quase de imediato a viatura foi totalmente consumida pelas chamas.

Leia o artigo completo na nossa edição impressa, que já se encontra nas bancas.

Artigos Relacionados