Jornal Praça Pública

Jardim do Cáster voltou a abrir portas ao Festival do Pão-de-Ló de Ovar

Manuel Correia

Jardim do Cáster voltou a abrir portas ao Festival do Pão-de-Ló de Ovar

Teve lugar, entre os dias 25 e 29 de julho, no Jardim do Cáster, a oitava edição do Festival do Pão-de-Ló, organizado pela Associação de Produtores de Pão-de-Ló de Ovar (APPO), e com o apoio da Câmara Municipal de Ovar e da União de Freguesias de Ovar (UFO).
Assim, durante quatro dias, o Jardim do Cáster recebeu diversos produtores de Pão-de-Ló de Ovar, como forma de promover e homenagear este produto do nosso concelho, promovendo, ainda, outras iguarias dos concelhos vizinhos, iniciando-se por uma visita do executivo vareiro, ao recinto desta iniciativa, por ocasião das comemorações do Dia do Município de Ovar.
A animação cultural deste festival iniciou-se, pelas 21h30 do dia 26 de julho, com o concerto acústico de Luís Portugal, ex-vocalista do grupo Jafumega, e do guitarrista Rui Vilhena, que também é conhecido por fazer parte dos Vozes da Rádio.
No dia seguinte, pelas 18h00, teve início uma aula de Lindy Hop. Trata-se de uma dança que nasceu entre 1920 e 1930, em Nova Iorque, e que mistura, entre outros estilos, o Charlston e o sapateado.
Já pelas 22h00, foi a vez dos Stomping at Six, iniciarem a sua atuação. Os Stomping at Six, são uma banda de swing, de Lisboa, composta por alunos da Escola do Hot Clube de Portugal e da Escola Superior de Música de Lisboa, que tocam swings dos anos 20, 30 e 40, adaptando-se a qualquer tipo de festa, com uma energia que contagia aqueles que assistirem aos seus espetáculos.
Já no dia 28, pelas 16h00, teve início o espetáculo “Variações com marionetas de fios”, pela companhia Marionetas da Feira. À noite, pelas 22h00, foi a vez dos Lecool Discover Band, pisarem o palco do VIII Festival do Pão-de-Ló de Ovar.
Quanto ao quarto e último dia de Festival do Pão-de-Ló de Ovar, este teve início pelas 15h00, com o espetáculo de teatro de marionetas “O Nabo Gigante”, da companhia Partículas Elementares (Ovar).

Leia o artigo completo, na nossa edição impressa, que já se encontra nas bancas.

Artigos Relacionados