Jornal Praça Pública

Jovens Cientistas de Ovar representaram Portugal no Concurso Europeu de Ciência

DR

Jovens Cientistas de Ovar representaram Portugal no Concurso Europeu de Ciência

Foi entre 15 e 20 de setembro que decorreu mais uma edição do European Union Contest for Young Scientists (EUCYS), em Bruxelas. Promovido pela Comissão Europeia, o concurso contou com a participação de cerca de 150 jovens cientistas que, oriundos de 38 países, levaram a concurso projetos das mais variadas áreas da ciência como seja Biologia, Ciências do Ambiente, Ciências Médicas, Ciências Sociais, Economia, Engenharias, Ciências da Computação ou Psicologia.
A representar Portugal estiveram duas equipas de jovens portugueses, que se destacaram na 10ª Mostra Nacional de Ciência, promovida pela Fundação da Juventude, no passado mês de maio, no Museu Nacional de História Natural e da Ciência.
“When memory flies away” é o nome do projeto que juntou Carlota Andrade e Vasco Pereira, de 17 anos, alunos da Escola Secundária Júlio Dinis de Ovar, para participarem também na Mostra Nacional de Ciência, que abriu portas para a participação na EUYS2016. Através de moscas, os jovens investigadores testaram os efeitos do Omeprazol na memória. Segundo os autores do projeto “o Omeprazol pertence a um grupo de medicamentos chamados ‘inibidores da bomba de protões’”. Os jovens asseguram, ainda, que “foram publicados estudos que atribuem à ingestão prolongada deste fármaco, uma carência da vitamina B12 necessária para o desenvolvimento e manutenção das funções do sistema nervoso”. A fim de estudar os efeitos do Omeprazol na memória, os investigadores ovarenses dizem ter utilizado, “como modelo, moscas da espécie Drosophila melanogaster, as quais foram sujeitas a testes de memória sendo sujeitas a diferentes gamas de concentração de Omeprazol na forma pura e na forma comercial (Omeprazol Omezolan) durante 24 horas, antes do início de cada teste”. Carlota Andrade e Vasco Pereira dizem que “também foram realizados testes de reprodução”, e defendem que “os resultados obtidos demonstram possíveis efeitos de letargia ou confusão induzidos pelo consumo deste fármaco”.

Artigos Relacionados