Jornal Praça Pública

Junta de Freguesia de Válega emprestou moinho à Casa do Povo de Válega

DR

Junta de Freguesia de Válega emprestou moinho à Casa do Povo de Válega

Foi durante as comemorações do 44º aniversário do 25 de abril, que a Junta de Freguesia de Válega celebrou um contrato, com a Casa do Povo de Válega, em regime de comodato, de vários prédios, existentes na Rua da Sociedade Columbófila, dos quais, consta um moinho, cuja proprietária, é a Junta de Freguesia de Válega.
Segundo uma nota de imprensa, enviada para a nossa redação, “a Junta de Freguesia de Válega procedeu à entrega à Casa do Povo de Válega dos terrenos e do respetivo recheio que deles fazem parte, para que os mesmos sejam utilizados e neles sejam desenvolvidas atividades objeto de cariz folclórico, etnográfico e gastronómico, representativas dos costumes e tradições da Freguesia de Válega”, sendo que este contrato tem a duração de 25 anos.
Desta forma, “cumpre-se uma vontade antiga”, reunindo as condições para a reabilitação deste moinho, para que este seja “mais um polo de atração turística na Vila de Válega”.
De realçar que “este processo” teve início durante o último mandato autárquico, quando a Junta de Freguesia de Válega pediu, às coletividades existentes nesta freguesia, para que apresentassem projetos, “para ocupação do moinho”, sendo que a Casa do Povo de Válega foi a única instituição a mostrar-se interessada, “tendo feito chegar uma proposta muitíssimo interessante, quer a nível da preservação do património histórico edificado, quer ao nível do desenvolvimento do potencial turístico”.

Leia o artigo completo, na nossa edição impressa, que já se encontra nas bancas.

Artigos Relacionados