Jornal Praça Pública

Município de Ovar assinalou o 44º aniversário do 25 de Abril

DR

Município de Ovar assinalou o 44º aniversário do 25 de Abril

Ovar assinalou o 44º aniversário do 25 de Abril com a realização de diversas iniciativas, que tiveram lugar um pouco por todo o concelho, com particular destaque para a Sessão Solene da Assembleia Municipal de Ovar, que decorreu nos Paços do Concelho.
A manhã começou com a Guarda de Honra às Corporações dos Bombeiros Voluntários de Ovar e de Esmoriz e com o hastear das bandeiras na Praça da República, seguindo-se a sessão solene das comemorações onde Salvador Malheiro evocou Fernando Pessoa e, lembrando a história, defendeu que, afinal, “vale a pena. E só não vale a pena, para os que têm a alma pequena”.
O presidente da Câmara Municipal de Ovar lembrou que “é ao exercício de um poder autárquico livre e responsável que devemos muito do país que nós somos. No trabalho de desenvolvimento que construímos, passo a passo, resistindo à velocidade do país”. “Também assim foi no Município de Ovar”, defendeu o autarca, destacando que “a qualidade de vida dos munícipes de Ovar, hoje, mudou”, e salientando que “o nosso território vareiro, está bem melhor, desenvolvido e mais atrativo”.
Salvador Malheiro colocou a tónica do discurso no que considera ser “a afirmação da nossa identidade”, que diz constar “da mais pura das nossas tradições, com o mar, com o pinhal, com a Barrinha, com a Ria, com o Carnaval, que tem, hoje, um Rei a reinar”, e destacou que o município de Ovar “tem Saúde, Habitação, Reabilitação e Apoio Social, disponível para todos”.
O autarca defende que, ao longo destes 44 anos de democracia, “nem tudo foi perfeito, ao nível do poder autárquico, no município de Ovar” e aproveitou para lembrar que “muito falta, ainda, fazer”, e que “muitos são os problemas que importa resolver”. Contudo, diz Salvador Malheiro, “temos evoluído e melhorado, e o desenvolvimento está à vista de todos”. Nesse sentido, o edil defendeu ser “de elementar justiça, homenagear todos aqueles que estiveram à frente do poder executivo vareiro”. Estes, “souberam sempre, respeitar a honra de servir em causa pública, conseguindo façanhas, para os seus concidadãos”, disse o autarca, completando: “Foram grandes. Uma comunidade que não reconhece os seus melhores, também, não os merece”, disse, apontando para um futuro onde será respeitado o “poder do povo vareiro”, apostando em temas como “o combate à erosão costeira, a atração de novos investimentos, a reabilitação urbana, a descentralização da cultura, a afirmação da identidade vareira, a proteção e valorização das nossas riquezas naturais, a delegação de competências para as autarquias, a saúde, a educação e a juventude”.
As comemorações do 44º aniversário do 25 de Abril, no nosso concelho, arrancaram no dia 22, com a realização da IV Corrida Popular de Esmoriz, uma competição que teve a partida e a chegada na Avenida da Barrinha, e encerraram no dia 26, com o Centro de Arte a receber a peça de teatro “Pendiente de Voto”, por Roger Bernat.

Leia o artigo completo, na nossa edição impressa, que já se encontra nas bancas.

Artigos Relacionados