Jornal Praça Pública

Museu Escolar Oliveira Lopes em destaque na jornal norte-americano “History Research”

DR

Museu Escolar Oliveira Lopes em destaque na jornal norte-americano “History Research”

O Museu Escolar Oliveira Lopes (MEOL) foi divulgado na mais recente edição do jornal “History Research”. Este é o fruto de um trabalho de pesquisa histórica elaborado por Luís Marques Alves e Cláudia Pinto Ribeiro, professores do Departamento de História da Faculdade de Letras do Porto (FLUP), em articulação com Augusto Pinho, presidente da Associação dos Antigos Alunos da Escola Oliveira Lopes (AAAEOL) e diretor do MEOL.
Este trabalho deu origem a um artigo de investigação científica, publicado no referido jornal, no âmbito de uma comunicação apresentada em Sevilha (Espanha), no “INTERNATIONAL SYMPOSIUM – SCHOOL MEMORIES – New Trends in Historical Research into Education: Heuristic Perspectives and Methodological Issues”, durante o ano de 2015, que posteriormente foi convertido num artigo de 11 páginas.
Para Augusto Pinho, “esta internacionalização surgiu no seguimento das parcerias estabelecidas com a Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP) e com a Unidade de Investigação – CITCEM – Centro de Investigação Transdisciplinar – Cultura, Espaço & Memória, que têm dado resultados excelentes”.
O diretor do MEOL, considera que “duas das  prioridades no ano de  2017 têm sido  a promoção de exposições itinerantes e a realização de workshops educativos em diversos espaços de Ovar e dos concelhos limítrofes, e a consolidação da divulgação e da promoção de investigação científica sobre a história e o espólio do MEOL no meio universitário e da docência em Portugal”.
O também presidente da AAAEOL ainda fez questão de destacar as diversas atividades educativas levadas a cabo por Bárbara Andrez, diretora técnica do MEOL, no âmbito do projeto “MEOL fora de Portas”, “realizadas dentro do universo das artes plásticas, que englobam experimentação e divulgação da história escolar,  dinamizadas em diferentes faixas etárias, gratuitamente, em escolas, cooperativas de educação e reabilitação do cidadão inadaptado (CERCIS), lares de idosos e outros espaços do concelho de Ovar e de concelhos limítrofes”.
Segundo uma nota de imprensa enviada para a nossa redação, o MEOL afirma que “o apoio dado pelas duas instituições supra referidas  traduz-se ao nível de consultadoria, apoio em publicações feitas em papel ou em formato digital, realização de colóquios e congressos, entre outras atividades que a atual direção da AAAEO/MEOL pretende levar a cabo no futuro”.

Leia o artigo completo na nossa edição impressa, que já se encontra nas bancas.

Artigos Relacionados