Jornal Praça Pública

Museu de Ovar: Arte fotográfica de João Taborda com muita cor e alegria

José Lopes

Museu de Ovar: Arte fotográfica de João Taborda com muita cor e alegria

A arte da fotografia está cada vez mais presente na programação do Museu de Ovar, refletindo a dinâmica do seu núcleo de fotografia, dirigido pelo fotógrafo Jorge Bacelar. Uma relação privilegiada com os profissionais e amantes desta arte, que permite trazer a Ovar nomes que se têm destacado a nível nacional e internacional. Depois da mostra de Filipa Scarpa, a fotografia volta a destacar-se com a exposição de João Taborda, através de imagens que transbordam cor e alegria, e que podem ser observadas até 29 de dezembro.
Na cerimónia de inauguração, que teve lugar no dia 25 de novembro, animada musicalmente pelo Grupo de Baladas Nostalgia, com a presença de vários apaixonados pela arte de fotografar, como se assume o autor das fotos que veio de Lisboa mostrar a Ovar, João Taborda começou por se referir ao Museu de Ovar como “um local de referência da Cultura Portuguesa”, manifestando ser para si, “um grande prazer e uma grande honra” expor nesta “casa” que, como sempre repete o seu diretor, Manuel Cleto, também é dos artistas.
Sobre os seus trabalhos expostos, João Taborda, reconheceu ser “daqueles momentos únicos”, referindo que, “numa altura em que vivemos um Mundo conturbado e problemático, resolvi escolher para tema desta exposição, um tema alegre”. Para tal propósito escolheu as imagens que registou num festival em que, “anualmente a Juventude Portuguesa participa, inspirando-se no Holly Festival da Índia” e aí, “se divertem de forma ordeira e descontraída ao som da música e de pós de múltiplas cores”. Eventos em que, “são criadas explosões de cor que proporcionam imagens muito interessantes”, como as várias fotografias, comprovavam, aos olhos dos presentes.

Leia o artigo completo, na nossa edição impressa, que já se encontra nas bancas.

Artigos Relacionados