Jornal Praça Pública

Ovarense tropeça no Barreiro e cai para o sétimo lugar

Tiago Carriola

Ovarense tropeça no Barreiro e cai para o sétimo lugar

Vitória caseira frente ao CAB Madeira (93-88) tinha sido o terceiro triunfo consecutivo da Ovarense. Frente ao Galitos as coisas foram diferentes, e a série vitoriosa da Ovarense terminou ali.
Depois de um início de época periclitante, a Ovarense arrancou para uma série de três triunfos consecutivos no campeonato, que culminou com a vitória vareira frente ao CAB Madeira. A jogar perante o seu público, os vareiros foram mais fortes ofensivamente e aproveitaram o bom momento de Nick Novak (19 pontos e 7 assistências), de Nuno Morais (24 pontos) e de Bryce Douvier (16 pontos e 13 ressaltos) para chegar ao triunfo.
Já no passado domingo, na deslocação ao Barreiro, a equipa de Nuno Manarte tinha pela frente uma das equipas sensação desta temporada e acabou por não conseguir dar continuidade ao seu bom momento.
Apesar de ter entrado a dominar o encontro, alcançando o intervalo na liderança do marcador (35-39), a Ovarense não conseguiu impor-se na segunda parte e o Galitos do Barreiro acabou por inverter a tendência do jogo. No terceiro período, a equipa da margem sul do Tejo limitou a Ovarense a uns escassos 14 pontos e no ataque acabou por virar o marcador, colocando-se em vantagem à entrada do derradeiro ‘quarto’ (60-55). Sempre dependente dos rasgos individuais de Nick Novak (22 pontos) ou Jaime Silva (23 pontos),  e sem fulgor defensivo, a equipa alvi-negra voltou a sofrer nos últimos dez minutos e permitiu que o Galitos desse volume à vantagem final (82-71).
Com este desaire, a Ovarense caiu para a sétima posição da classificação geral, isto na antecâmara da receção ao Porto.

Artigos Relacionados