Jornal Praça Pública

Ovarense está a uma vitória da subida histórica à I Liga Feminina

Fernando Souteiro

Ovarense está a uma vitória da subida histórica à I Liga Feminina

A Ovarense bateu a Casa do Povo Martim, por 3-0, no passado domingo, e garantiu um lugar na meia final do Campeonato Nacional de Promoção.
A precisar de ganhar por números expressivos, a equipa de Rui Marques demonstrou, desde cedo, bastante fulgor ofensivo, contudo as atacantes vareiras estiveram perdulárias na primeira parte e nem Ana Manuel, nem Noémia Batista conseguiram inaugurar o marcador.
O descanso fez bem às alvi-negras e no regresso dos balneários as coisas foram bem diferentes. A equipa de Rui Marques entrou muito forte na segunda parte e colocou-se em vantagem, quando Susana Rocha inaugurou o marcador. No lance seguinte as vareiras estiveram perto do segundo golo, mas Noémia Batista obrigou a guarda-redes contrária a uma defesa apertada. Pouco depois, aos 54 minutos, a Ovarense voltaria a marcar, por intermédio de Ana Manuel, que elevou a vantagem para 2-0.
Com as bancadas do estádio Marques da Silva ao rubro, as vareiras sentiram que estavam perto do golo que poderia dar o primeiro lugar e voltaram a carregar no ataque. O ímpeto ofensivo da Ovarense foi tal que as adversárias não conseguiram travar Susana Rocha, que concluiu, com êxito, uma jogada individual, e ofereceu o 3-0 à equipa.

Leia o artigo completo na nossa edição impressa, que já se encontra nas bancas.

 

Artigos Relacionados