fbpx
Alceu Valença abre programação 2022 do Centro de Arte de Ovar

Alceu Valença abre programação 2022 do Centro de Arte de Ovar

Para abrir o novo ano, a Câmara Municipal de Ovar aposta numa programação eclética, destacando-se os concertos de Alceu Valença e Samuel Úria, as Noites Longas de cinema e a aprendizagem criativa, com o programa EIXO.
A propósito da celebração da tradição do Cantar os Reis em Ovar, este ano simbólica, no dia 12 de janeiro terá lugar a apresentação do livro “Cantar os Reis em Ovar”, da autoria de João Costa.
No fim de semana de 14 e 15 de janeiro, Alceu Valença apresenta Solo, novo concerto de voz e violão daquele que é um dos maiores artistas brasileiros. O espetáculo é inspirado na série de álbuns acústicos lançados pelo cantor em 2021. Alceu Valença confere novos timbres a Belle de Jour, Anunciação, Tropicana, Táxi Lunar, Coração Bobo.
A 19 e 20 de janeiro, o Centro de Arte de Ovar acolhe, em coprodução, Passagem Secreta, o novo espetáculo multidisciplinar de Fernando Mota com texto de Vasco Gato, criação visual de Mário Melo Costa e direção cénica de Sofia. Passagem Secreta é um espetáculo multidisciplinar para todas as idades criado a partir da pesquisa acerca do sistema de comunicação das árvores através das raízes e dos conceitos de pertença e comunidade. Põe em diálogo a criação de música e instrumentos musicais a partir de árvores, pedras e outros materiais naturais, com a poesia e as imagens, num objeto cénico que explora a ideia da natureza e da arte, enquanto cura, e do fantástico enquanto ferramenta de transformação. Este é um espetáculo para todo o tipo de público.
Nas manhãs de 15 e 22 janeiro, no âmbito da exposição “A Função Perdida dos Objetos”, patente no Museu Escolar Oliveira Lopes, será dinamizado o workshop online, “Maquinando o desenho- estratégias e práticas do desenho contemporâneo”, por Marco Moreira. A oficina, que decorre entre as 9 e as 12 horas, tem participação gratuita, mas requer inscrição prévia.
À Biblioteca Municipal de Ovar e às Bibliotecas Escolares do Concelho regressam, no dia 18 de janeiro, as oficinas de leitura, com sessões para o público infantil, desta vez, num “Encontro com a Escritora Ana Ventura”. A atividade está integrada na edição de 2022 do projeto Autor(es) à Vista, organizado pela Rede de Bibliotecas de Ovar.
A 6ª temporada de Shortcutz Ovar arranca com uma noite-longa a exibir “Távola de Rocha”, de Samuel Barbosa, a 21 de janeiro, no CAO. Esta é a primeira longa-metragem do realizador, um filme documentário que propõe um reencontro com a obra de Paulo Rocha, cineasta ligado ao Furadouro e Ovar. As sessões de curtas, na Escola de Artes e Ofícios começam na quinta-feira, 27 de janeiro.
Ainda na música, a 28 de janeiro, o CAO apresenta “There’s no Knowing”, projeto de Joana Gama, ao piano, a que se junta a eletrónica de Luís Fernandes. Este quinto álbum é uma aventura pulsante, que tem as suas origens no convite para a criação da banda-sonora da série “Cassandra”, com direção artística de Nuno M. Cardoso.
Na primeira semana de fevereiro, Samuel Úria vai estar na Escola de Artes de Ofícios para dirigir uma oficina destinada, especialmente, a músicos profissionais e amadores de Ovar, mas aberta a todos os públicos, a 3 de fevereiro. O cantautor irá abordar a composição das canções, desde a métrica à composição.
No dia seguinte, 4 de fevereiro, sexta, Samuel Úria sobe ao palco do Centro de Arte de Ovar para apresentar “Canções do Pós-Guerra”, o seu mais recente disco.  Uma guerra interior e espiritual, a solo, para assistir através dum dos mais talentosos cantautores da sua geração.
Ainda para este primeiro ciclo de programação cultural no Município de Ovar, o cinema volta a marcar presença a 11 de fevereiro com a exibição do filme “O Ano da Morte de Ricardo Reis”, de João Botelho, a partir da obra literária homónima de José Saramago, no ano das comemorações do centenário de nascimento do Prémio Nobel da Literatura.
Pode consultar a agenda em https://cultura.cm-ovar.pt/preview.aspx?pageID=36&ver=95273

CATEGORIAS