Condenado por corrupção ativa e fraude de vários milhões de euros escondeu-se em Ovar durante nove meses

Condenado por corrupção ativa e fraude de vários milhões de euros escondeu-se em Ovar durante nove meses

A GNR deteve um homem, de 45 anos, por corrupção ativa e fraude, no concelho de Ovar.
Numa nota divulgada hoje, pelo Comando Territorial do Porto, esta fonte policial adianta que “no âmbito de uma investigação por corrupção ativa e fraude, referente ao desvio de subsídios provenientes da União Europeia, com prejuízos calculados na ordem de vários milhões de euros, o suspeito foi condenado, em primeira instância, ao cumprimento de uma pena de prisão de cinco anos e seis meses”.
Por ter sido emitido um mandado de detenção para cumprimento de pena de prisão, os militares do Núcleo de Investigação Criminal da GNR, “após terem descoberto o paradeiro do suspeito, deram cumprimento a esse mandado e detiveram-no num apartamento, em Ovar, no qual se manteve enclausurado e afastado dos familiares, durante nove meses”, assegura a mesma fonte.
O detido foi entregue ao Estabelecimento Prisional do Porto.

CATEGORIAS