fbpx
Hospital de Ovar já realizou 4000 testes à Covid-19

Hospital de Ovar já realizou 4000 testes à Covid-19

O posto de colheita de amostras para rastreio da doença Covid-19 do Hospital de Ovar realizou, na última sexta-feira, a colheita número 4000, desde que entrou em funcionamento a 20 de março.
Numa nota enviada às redações, Luís Miguel Ferreira destaca que “a massificação da testagem para rastreio da Covid-19 ajudou a conhecermos melhor o fenómeno de contágio no concelho que, como sabemos, foi bastante severo e que levou, inclusivamente, à criação da cerca geográfica e que se decretasse o estado de calamidade em Ovar”. O presidente do conselho diretivo do Hospital de Ovar salienta que “este conhecimento tem sido fundamental para a definição de estratégias de prevenção de contágio, antecipação de cenários e de ajustamento das respostas do próprio hospital”, um aspeto que diz ser “fundamental na batalha que estamos a travar coletivamente”.
Recorde-se que, o serviço de recolha em zaragatoa é assegurado por equipas de enfermeiros do Hospital de Ovar e enfermeiros dos cuidados de saúde primários do ACES Baixo Vouga, sendo a colheita depois remetida para laboratórios públicos, tais como o INSA, CHBV, CHVGE/E, CHSJ e ULS da Guarda, ou privados (numa fase inicial), informa o Hospital de Ovar.
As colheitas são realizadas a pessoas previamente referenciadas pela Autoridade Local de Saúde Pública, bem como aos profissionais e utentes do internamento do Hospital de Ovar. A logística para a recolha está montada no exterior da unidade hospitalar e contou com o apoio da Cruz Vermelha Portuguesa e dos Bombeiros Voluntários de Esmoriz.

CATEGORIAS