fbpx
Operação Vórtex: Salvador Malheiro garante que a autarquia não prestou favores

Operação Vórtex: Salvador Malheiro garante que a autarquia não prestou favores

Uma reunião entre António Bebiano, vereador da Câmara Municipal de Ovar, e Joaquim Pinto Moreira, ex-deputado do PSD, trazida a público no âmbito da Operação Vórtex, colocou a autarquia vareira na ‘rota’ dos alegados pedidos de favorecimento de que o social-democrata, e ex-presidente da autarquia de Espinho, está indiciado.
Em causa estará o processo de um projeto urbanístico, que deu entrada na Câmara de Ovar, para a construção de um armazém, em Gondesende, na freguesia de Esmoriz, para o qual Joaquim Pinto Moreira, alegadamente, terá intercedido e pedido algum tipo de favorecimento, relacionado com o licenciamento da obra, a executar por uma empresa cujo responsável também é arguidos no processo.
O envolvimento do nome da Câmara Municipal de Ovar nas notícias que vieram a público nos últimos dias levaram Salvador Malheiro e a Câmara Municipal a reagir.

Ler notícia completa na edição em papel

CATEGORIAS