fbpx
Ovar vai ‘marchar’ em defesa do direito de serviços de saúde de proximidade

Ovar vai ‘marchar’ em defesa do direito de serviços de saúde de proximidade

Ovar promete sair à rua no próximo dia 20 de janeiro, numa marcha pela defesa do direito de serviços de saúde de proximidade. A iniciativa é promovida pelo “Acorda Saúde Ovar”, um movimento criado nas redes sociais que tem Adriana Maia, Daniela Lopes e Carolina Miranda como principais impulsionadoras.
De forma sucinta, o movimento diz pretender “dar voz à população de Ovar, no que se refere à manutenção da integração do Hospital de Ovar na Unidade Local de Saúde de Entre Douro e Vouga, e da manutenção da referenciação dos utentes do concelho de Ovar para o Hospital de Santa Maria da Feira”.
O movimento “Acorda Saúde Ovar” apela à participação dos ovarenses e lembra que é urgente reivindicar “pela reabertura do Serviço de Urgências Básico do Hospital de Ovar, pela Reabertura dos Polos de Saúde de Arada e Maceda, pelo reforço do Bloco Operatório, assim como, nas outras valências, e pelo reforço dos restantes Polos de Saúde, contratando mais pessoal médico e de enfermagem”.
A concentração da ‘manifestação de protesto’ será pelas 18h00, junto ao quartel dos Bombeiros Voluntários de Ovar, de onde arrancará a marcha em direção ao Palácio da Justiça, no centro da cidade.

CATEGORIAS