fbpx
PCP de Ovar diz que não há política de mobilidade no concelho

PCP de Ovar diz que não há política de mobilidade no concelho

A Comissão Concelhia de Ovar do PCP diz que o nosso concelho “continua a padecer de uma ausência de planeamento no plano da política de mobilidade”, sendo esta ausência “mais gritante no que concerne aos transportes públicos”.
Os comunistas destacam que “a frequência diária dos transportes públicos, das freguesias mais próximas, mas, sobretudo, das freguesias mais distantes da sede de concelho, nomeadamente de São Vicente de Pereira, é extremamente diminuta” e defendem que esta “condiciona, fortemente, a mobilidade de uma população cada vez mais idosa e vulnerável, económica e socialmente”. Outro exemplo, diz o PCP de Ovar, “é o do Furadouro, que não tem acesso a transportes públicos ao fim-de-semana, há bastante tempo”, lembram.
Enquanto nada for feito, os comunistas garantem que continuarão “a denunciar estes problemas e a apresentar sugestões de atuação”, para que seja possível, “efetivamente, garantir o direito ao transporte e à mobilidade, incrementar a poupança das famílias e melhorar a qualidade de vida da população do nosso concelho”.

Ler notícia completa na próxima edição impressa

CATEGORIAS