Presidente da República disse que não celebrar o Dia do Município de Ovar “teria sido um erro histórico”

Presidente da República disse que não celebrar o Dia do Município de Ovar “teria sido um erro histórico”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, presidiu e interveio na sessão solene das comemorações do Dia do Município de Ovar, que tiveram lugar no passado dia 25 de julho.
Tratou-se de uma iniciativa que contou, para além de Marcelo Rebelo de Sousa, com algumas das mais altas individualidades do Estado, que ouviram o Presidente da República defender que a realização desta cerimónia, valeu a pena “por ser o Dia do Município, o dia do encontro de todos os vareiros, e do encontro com o passado, o presente e com o futuro”. Tratou-se, por isso, disse Marcelo Rebelo se Sousa, de um “dia único, este ano, singular, porque vivido ainda durante este surto pandémico e depois daqueles dias, daquelas semanas, daqueles meses que nenhum de nós jamais esquecerá”. Por isso, “recordá-lo, retemperar energias, evocar o passado e construir o futuro” foi a razão de ser deste encontro, disse. “Ainda bem que ele ocorreu e ocorreu no respeito das normas sanitárias aplicáveis. Teria sido um erro histórico que não tivesse ocorrido”, concluiu.

Ler notícia completa na próxima edição impressa

CATEGORIAS