fbpx
Professores manifestaram à porta da Escola Secundária José Macedo Fragateiro

Professores manifestaram à porta da Escola Secundária José Macedo Fragateiro

A greve dos professores, que ‘rebentou’ na última semana, e que está a ser feita por distritos, fez-se sentir um pouco por todo o distrito de Aveiro, mas foi em Ovar que teve uma das suas ações mais relevantes, com dezenas de professores e assistentes operacionais a marcarem presença na manifestação levaram a cabo à porta da Escola Secundária José Macedo Fragateiro. Ao todo, adiantou a Fenprof, terão ficado sem aulas cerca de 2700 alunos do nosso concelho.
Como destacou Mário Nogueira, secretário-geral da Fenprof, um dos principais rostos da defesa dos professores, a desvalorização da profissão tem origem em seis problemas principais: a vinculação tardia, o incumprimento do limite do horário de trabalho, a recuperação do tempo de serviço, a revisão do modelo de contratação, a criação de um regime especial de aposentação e salários justos.

Ler notícia completa na edição em papel

CATEGORIAS