PSP de Ovar deteve vendedor de cautelas e raspadinhas
Foto: visitar.lisboa.pt

PSP de Ovar deteve vendedor de cautelas e raspadinhas

A PSP de Ovar deteve, ontem, de manhã, um homem, de 66 anos, cauteleiro, residente no concelho de Ovar, por desobediência ao incumprimento do dever de recolhimento domiciliário.
O indivíduo, diz esta fonte policial, “foi intercetado numa rua de Ovar a vender títulos de jogo de fortuna ou azar (cautelas e raspadinhas), não estando esta atividade prevista no artigo 6.º, do Decreto 2-C/2020, de 17 de abril, como sendo exceção necessária e urgente para a circulação de pessoas na via pública”.
A PSP adianta que, “o indivíduo já havia sido alertado por esta polícia, diversas vezes, por se encontrar em desrespeito às regras de segurança determinadas pela Autoridade de Saúde”.
O detido foi acompanhado ao seu domicílio e, conforme as orientações da Procuradoria-Geral da República, foi informado de que deverá comparecer em Tribunal, quando for notificado.

CATEGORIAS