fbpx
Salvador Malheiro: “Somos uma Câmara de contas certas”

Salvador Malheiro: “Somos uma Câmara de contas certas”

A Câmara Municipal de Ovar aprovou, na última semana, o Relatório de Gestão e Contas do Município de Ovar, com sete votos favoráveis dos vereadores do PSD e dois votos contra dos vereadores do PS. Trata-se, diz a autarquia, de um conjunto de documentos que evidencia que, 2021 foi um ano que permitiu conjugar o desenvolvimento integrado do território, o investimento nas pessoas e a salvaguarda dos indicadores de excelência financeira.
Salvador Malheiro já demonstrou a sua satisfação com o documento apresentado, e relembrou que “o contexto pandémico, com o consequente agravamento da crise económica e social, foi o pano de fundo do ano de 2021 e motivou uma atuação decidida e focada por parte do município para acudir a quem mais precisava”.
O autarca diz liderar um conjunto de “pessoas de contas certas” que assegura terem “consciência de que é a excelente situação financeira que permite encontrar respostas abrangentes para as necessidades excecionais que surgem no exercício da gestão autárquica”.
Segundo a autarquia, os documentos agora aprovados apontam “indicadores de uma excelente saúde financeira, apresentando, por exemplo, um saldo do exercício de cerca de 4 milhões de euros, o saldo de gerência de 10,4 milhões euros e uma taxa de execução global das Grandes Opções do Plano de 65%”. Para além disso, “os indicadores de liquidez, autonomia, solvabilidade e endividamento continuam robustos”, assegura a Câmara de Ovar.
Os documentos sobre, agora, à Assembleia Municipal de Ovar, onde serão objeto de discussão e deliberação. Posteriormente, estes documentos serão disponibilizados no portal do município, assegura a autarquia.

Ler notícia completa na edição impressa

CATEGORIAS